quinta-feira, 12 de agosto de 2010

ROSENDO CONCEIÇÃO, PRESIDENTE DA ASSOCIAÇÃO DOS MORADORES, FALA AO BLOG JARDIM DO CERRADO E MUNDO NOVO, SOBRE O BAIRRO

Foi num clima bem descontraente que, em nome da Associação dos Moradores dos Jardins do Cerrado e Mundo Novo, Rosendo Conceição, falou a este blog sobre sua vitória nas urnas e a aceitação do povo em elegê-lo para presidir a Associação dos Moradores do bairro. Na oportunidade, Rosendo Conceição, se abriu ao blog, dizendo que, com a ajuda do povo do Residencial Jardins dos Cerrado e Mundo Novo, a Associação dos Moradores pretende fazer do setor um dos melhores lugares para se viver em Goiânia. Acompanhe a entrevista:

 
Blog Jardim do Cerrado e Mundo Novo: Antes de qualquer coisa, receba os parabéns de toda a equipe do blog, por essa vitória. 
Rosendo Conceição: Muito obrigado e que esses parabéns cheguem em dobro a cada um dos moradores deste bairro, pois foram eles os responsáveis por esta conquista. Eu tenho mais é que agradecê-los pela confiança depositada em mim.
Blog Jardim do Cerrado e Mundo Novo: Gostaríamos de saber, de início, quem era o Rosendo Conceição antes de se tornar presidente de um bairro que teve a oportunidade de entrar para a história como palco de uma das mais bonitas e acirradas disputas eleitorais, no que tange uma Associação de Bairro, e, quem é hoje, Rosendo Conceição.
Rosendo Conceição: Olha,... (pausa)... socialmente falando, quem me viu antes e agora, sabe que continuo com o mesmo gesto de gratuidade, apreço e respeito pelas pessoas. Se antes, no meu trabalho, procurava atender com uma humildade natural que Deus me deu, hoje, sinto que devo ser mais humilde ainda. De modo psicológico, continuo preparado e de pulso firme para trabalhar juntamente com os moradores deste bairro, por um Cerrado e Mundo Novo cada vez melhor.
Blog Jardim do Cerrado e Mundo Novo: Voltemos, pois, senhor Rosendo Conceição, ao período em que a comunidade se mobilizava para formação das chapas para concorrer às eleições de bairro. Qual foi a sua experiência e como o senhor encarou essa idéia de se candidatar ao cargo de Presidente do Bairro?
Rosendo Conceição: Como é um bairro novo, era a primeira vez que se realizava uma eleição para a criação da Associação dos Moradores. Embora eu sempre tivesse esse espírito de liderança, não tinha pretensão de encabeçar uma chapa, tinha intuito somente de ajudar o povo paralelamente, como sempre fiz, mas foi quando chegou o momento de se constituir a Associação dos Moradores que eu percebi que alguns dos pretendentes estavam se candidatado não para ajudar no desenvolvimento do bairro, mas sim, com interesses particulares e em prol de sua própria satisfação que tive que entrar na concorrência para lutar juntamente com o povo. De início, foram, segundo o IDETCH, 18 chapas, baixou para 11 e, por fim, restaram 07 chapas, das quais a encabeçada por mim veio a ser contemplada com o direito legal e desejo do povo para que eu representasse o bairro. Foi um processo eleitoral muito transparente, isso graças ao profissionalismo de pessoas que estavam à frente do Instituto de Desenvolvimento Tecnológico e Humano que não mediram esforço em prol do exercício da democracia.

Blog Jardim do Cerrado e Mundo Novo: Durante as campanhas houve um comentário de que o senhor não era titular. Isso serviu de brecha para que seus adversários tentassem convencer o povo de que o senhor não fosse um candidato ideal. Como o senhor caracteriza esse comportamento vindo de parte de alguns dos seus adversários?
Rosendo Conceição: Foram, na verdade, inúmeros boatos para tentar barrar a vontade de um povo. Disseram até que eu não morava no setor, mas nada disso me abalou. Confesso que fiquei um pouco decepcionado com aqueles que mesmo tendo certeza de que eu morava aqui e, para tentar prejudicar a minha candidatura, omitiram descaradamente, mas Deus sabe o que faz. Que eu não sou titular isso é verdade, porém, comecei a morar aqui com a minha mãe e demais parentes muito antes de eu saber se um dia viria a me candidatar ao cargo de presidente do bairro. Durante todo o tempo eu estava convicto de que quem devia decidi se eu seria ou não líder deste bairro era o povo e não indivíduos com pretensões prejudiciais e caluniadoras. Ninguém, por mais inocente que finja ser não poderá ignorar o direito assegurado pela Constituição Federal de que todo cidadão tem o direito de votar e ser votado. A decisão de que tal candidato vai ou não ser eleito deve sempre estar no poder do povo, nas mãos do eleitorado que com sabedoria faz a sua escolha.
Blog Jardim do Cerrado e Mundo Novo: Disse que a Habitação foi quem lhe elegeu a presidente de bairro. O senhor recebeu algum apoio da Secretaria Municipal de Habitação?
Rosendo Conceição: Muita gente diz muita coisa, mas a verdade é só uma. Quem elege um candidato é o povo, ora, esse poder é dado somente ao povo, democraticamente. O que recebi da SMHAB foi uma compreensão para com o desejo da minha pessoa de sair candidato. A verdade é que quem trabalha nos Mutirões da Prefeitura nos Bairros recebe folga na semana e como o próprio atendimento na SMHAB andava muito tumultuado eu estava sem oportunidade de tirar essas folgas minhas. Uma vez candidato e já com mais de ano sem tirar essas folgas achei o momento oportuno para me dedicar à minha campanha. Então, conversei com a chefia da Secretaria, expus minha vontade e a mim foi concedido exatamente 19 dias de folga de muitos que eu tinha na casa, por direito.

Blog Jardim do Cerrado e Mundo Novo: O Instituto de Desenvolvimento Tecnológico e Humano-IDTECH, favoreceu a sua eleição?

Rosendo Conceição: Não, o IDETECH tem um trabalho aberto e transparente, acompanhou do principio ao fim, zelando para que todos os interessados em concorrer às eleições para o cargo de presidente do bairro tivessem oportunidades iguais.
Blog Jardim do Cerrado e Mundo Novo: Mesmo depois de eleito pelo povo alguns adversários falaram de impugnar a eleição. Em algum momento o senhor se sentiu ameaçado?

Rosendo Conceição: Não. De maneira alguma, pois eu sempre soube que a autoridade somente é concedida por Deus. Em nenhum momento eu tive temor. Quando surgiu essa demagogia eu recebi inúmeras ligações dos moradores, pessoas preocupadas com o boato e prometendo que se houvesse mesmo essa ação de má fé eles voltariam com mais garra ainda, às urnas, para novamente me dá mais um voto de confiança. Não tinha como eu temer a qualquer ameaça, pois se por um lado tenho aprovação de um povo que me apóia por saber que sou verdadeiro, de outro, estava certo de que meus concorrentes não tinham e nunca terão nada que comprove um crime meu. Sou um cidadão honesto cumpridor das leis. O grande problema é que muitos indivíduos almejam tanto a vitória e, obcecados pela conquista, se esquecem de se preparar também para uma possível derrota. Somente quem se prepara para as derrotas merecem as vitórias.

Blog Jardim do Cerrado e Mundo Novo: O senhor foi empossado recentemente, mas as eleições ocorreram no dia 25 de abril. Já foi possível realizar algum trabalho em prol desta comunidade que o senhor representa?

Rosendo Conceição: Claro que sim. Quando o povo deposita a sua confiança em alguém esse indivíduo não pode ficar parado. Foi eleito para trabalhar incansavelmente. Do contrário não justificaria este ser eleito. Na verdade, antes mesmo de eu ser candidato eu já vinha fazendo algumas cobranças aos órgãos responsáveis pela manutenção do bairro. Quando eu cheguei aqui para morar encontrei diversas ruas do setor tomado por gigantescas erosões e pelo matagal. Comecei a cobrar providências, através da imprensa, principalmente através da equipe da Rádio Terra FM, com o Carlinhos do Esporte e hoje se você andar por aí constatará que o setor está com outra cara: as ruas foram patroladas, roçaram as avenidas e praças e acabaram com as erosões. Assim que saiu os resultados das eleições, praticamente no outro dia eu já sentava com o senhor Marcos Massad, presidente da Companhia Metropolitana de Transporte Coletivo-CMTC, para cobrar melhorias no transporte. Também comecei a me sentar com o secretariado municipal para solicitar benfeitorias para o setor.
Blog Jardim do Cerrado e Mundo Novo: Quais as suas pretensões futuras para com este bairro?

Rosendo Conceição: São muitas. A Associação apenas começou o seu trabalho. Ainda temos muito para concretizar. Como já disse, tenho sentado com os secretários justamente para cobrar benefícios para o bairro. O senhor secretário de esporte e lazer, Luiz Carlos Orro, se comprometeu a nos ajudar com incentivos da prática do esporte e lazer no bairro. No que diz respeito à educação já se encontra em licitação a construção de mais uma escola municipal e um CMEI, no setor. Também já fui informado pelo prefeito de Goiânia que em breve, será lançado o asfalto neste setor. Antes o bairro estava tomado pelo lixo e entulho e poeira,  para acabar com o pó solicitei caminhões-pipas para jogar água, terminamos de fazer a roçagem de todo o setor, pinturas de meio-fio e um dos nossos próximos e importante saltos, além de olhar para o futebol das crianças e adolescentes será o cumprimento do compromisso firmado na minha campanha: Muito antes do que se espera, juntamente com as autoridades competentes, traremos o asfalto. Mas não precisamos somente de asfalto, este setor precisa de muita coisa ainda, na verdade, quase tudo, e o papel da Associação dos Moradores é cobrar, ir atrás para transformar este bairro num dos melhores lugares para se viver em Goiânia.
Blog Jardim do Cerrado e Mundo Novo: O Blog Jardim do Cerrado e Mundo Novo agradece sua participação e deseja boa sorte ao povo deste bairro.
Rosendo Conceição: Nosso muito obrigado pelo espaço, bom trabalho para vocês também e sucesso com este veículo de informação.
 
 
Goiânia, 12 de agosto de 2010
Por Gilson Vasco
Assessor de Imprensa
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário